Textos

Etiquetas

Tipos

Arquivo

Please reload

Please reload

Please reload

“Todas as guerras representam uma falha diplomática”
Tony Benn

         Não há vácuo de poder. Na geopolítica, não há inércia. Mas, no Brasil, desafiamos a lógica e o funcionamento convencional das coisas: a atual administração está inserindo o país num papel cada vez mais passivo e criando um imenso vazio conceitual, uma destruição sistemática das estruturas previamente construídas.

         A tensão entre Brasil e Venezuela levanta o questionamento constante sobre a possibili...

07.11.2018

         Obviamente, é a geopolítica que define a direção na qual o nosso mundo segue. A disciplina geopolítica inclui uma subcategoria de geocultura. Religião e confissões estão no nível da geocultura. A crise histórica que ocorreu em 11 de outubro de 2018, entre a Igreja Ortodoxa de Constantinopla (Patriarcado Ecumênico de Constantinopla - PEC) e o Patriarcado de Moscou (MP) é de natureza política, embora pareça ter uma base religiosa. Esta crise contém traços geopolíticos.

...

          Cientistas políticos contemporâneos chineses derivam sua doutrina da multipolaridade da era da Guerra Fria e, em particular, dos cinco princípios da coexistência pacífica que formaram a base do tratado de 1954 com a Índia. Esses cinco princípios são:

                    1. Respeito mútuo pela integridade territorial e soberania;

                    2. Não agressão;

...

Estes dias marcam o 25º aniversário dos trágicos acontecimentos de 1993. A crise constitucional, que resultou nos combates no centro de Moscou, tornou-se um dos pontos de virada na história da Rússia moderna.

De acordo com números oficiais, pelo menos 157 pessoas morreram durante o evento e outras 384 ficaram feridas. Nesse caso, há mais evidências terríveis, segundo as quais as vítimas estão na casa dos milhares - foram levadas por caminhões e caçambas. O destino de muitos desaparecidos em outub...

Com o crescimento da influência da China e da Rússia como alternativa à hegemonia estadunidense, tem sido cada vez mais levantada a possibilidade de um novo imperialismo por parte destas potências, que viria a ocupar prováveis vácuos de poder deixados por uma eventual retração da influência global norte americana.

Mesmo brasileiros esclarecidos de viés nacionalista e anti-americano tem manifestado algum receio que certas políticas econômicas, como a que outrora aproximou Brasil e China durante o...

Criada em 1949, quando os países do Ocidente temiam uma agressão da antiga União Soviética, a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), incluiu entre seus fundadores 12 Estados, sendo 10 europeus (França, Inglaterra, Itália, Bélgica, Dinamarca, Holanda, Portugal, Noruega, Islândia e Luxemburgo) e 2 americanos (Estados Unidos e Canadá). Posteriormente entraram para a OTAN, em 1952 Grécia e Turquia, em 1955 a República Federal Alemã, em 1982 a Espanha. Mais recentemente, em 1997, foram adm...

É bem verdade que o Brasil é, de fato, liderança continental em vários quesitos. Mas a falta de um reconhecimento formal dessa liderança e da prospecção de dimensões melhores para o país e de uma política regional mais convincente são coisas que colocam em dúvida a capacidade organizacional brasileira para o continente. O Brasil precisa firmar uma ideologia e uma doutrina geopolítica que seja suficiente e atraente não apenas para si mesmo, mas também para os pares da Latinoamérica.

Há um imenso...